segunda-feira, maio 01, 2006

Dia do trabalho para os professores de Minas Gerais

Só se for para atualizar diários, corrigir provas e exercícios e outras tarefas burocráticas escolares. Hoje, graças ao Governador de Minas Gerais Aécio Neves e ao novo aumento do salário mínimo “dado” por Lula, um professor concursado do ensino médio do estado de Minas Gerais passa a ganhar menos de dois salários mínimos por um cargo completo.Para meus amigos de Portugal entenderem significa aproximadamente 235 euros. Ao invés de ficar fazendo propaganda do que diz fazer pela educação, o governador devia pagar melhor os profissionais dessa área. Gastou mais em propaganda divulgando os livros que comprou para as escolas do que com os livros propriamente ditos. Adora tirar uma foto principalmente com alunos. Com seu avô, de quem é sombra e usa sua imagem a todo momento, nem se fala. Desse, pelo menos, como candidato a presidência estamos livres.

24 Comments:

Blogger Tanita said...

Marco Aurélio,
Não sabia disso, já não moro no Brasil há 16 anos, apesar de manter contacto com a minha família e amigos que por aí ficaram...
Estou por dentro do que se passa em Portugal, que é meu país há 16 anos...
Por aqui o salário também não é bom, os professores estão cada vez mais no desemprego e a coisa vai de mal a pior...
Mas temos de lutar contra isso e, não sei se há por aí, mas aqui estão a haver várias comemorações do 1º de Maio pelo país todo. Aproveitam as comemorações para que os trabalhadores façam ouvir as suas vozes!
Temos de nos unir!
Cumprimentos e obrigada por ter visitado o meu cantinho!

01 maio, 2006  
Blogger Luz Dourada said...

Marco Aurélio,

Espero que um dia o teu país e o meu sejam mais justos para todos!
Infelizmente ainda não vimos os resultados positivos das reviravoltas politicas a que assistimos.

Como sou crente, espero que ainda surja uma geração de políticos não corruptos que pensam mais no trabalho que no capital...

Um abração e obrigada pela visita!

01 maio, 2006  
Blogger Wilma said...

Não sabia que é tãããão baixo assim o salário do professor do ensino médio...é triste. Esse governador de Minas, tão novo, mas parece não fugir a regra dos nossos políticos: apropria-se aos poucos dos sete pecados capitais dessa politicanagem. Ainda bem que estamos livre, por enquanto...

01 maio, 2006  
Blogger Lâmina d'Água, Silêncio & Escriba said...

Olá!!!

recebi um desafio vindo dos Açores e repasso para voces aqui, por considerar que poderemos abrasileirar um pouco a divulgação, desse outro lado da lâmina.

Dêem uma passadinha lá em meu espaço e é só copiar o que lá está com o título CAMPANHAS e fazer as adptações daqui. Eu tentei colocar links sobre a AIDS no Brasi e mais um vídeo com um poema declamado por Ana Carolina, mas estou com problemas em meu computador que está sendo reformatado e um amigo é quem irá fazer isso para mim.

Desejo de um bom feriado a todos!!!

01 maio, 2006  
Blogger SENTIR said...

Este comentário foi removido por um administrador do blog.

01 maio, 2006  
Blogger SENTIR said...

É, a campanha já começou.

01 maio, 2006  
Blogger Sheila Leirner said...

Obrigada por sua visita Marco Aurélio :) E parabéns pelo pertinente post de 1° de Maio.

01 maio, 2006  
Blogger Alisson said...

Meu carao, acabo de sentir na pele esse problema. Sou professor do Senac/RN. Tinha um contrato por tempo determinado com a empresa, que venceu no dia 21/04. Após o vencimento, passei a ser funcionário vinculado, tendo assinado novo contrato. Acontece que fui "informado" que meu salário seria reduzido em mais de R$ 200,00, por causa do novo plano de cargos e salários (quem fosse efetivado a partir de fevereiro, seria adequado à nova tabela). Dessa forma, por 40 horas semanais em sala de aula, passei a ganhar menos de 2 salários mínimos. Detalhe: os outros professores continuam ganhando o salário maior, pq, segundo o RH, eles foram efetivados antes.

01 maio, 2006  
Blogger Manuel da Gaita said...

Obrigado por ter visitado o blog "O Piolho da Solum".
Quanto à questão colocada, seria pretencioso da minha parte comentar realidades e circunstâncias que desconheço.
Gosto do Brasil, e ainda no ano passado estive em Fortaleza em férias.
Mas acredito que 235€ seja muito pouco, pelo menos aqui em Portugal é! Ninguém coseguiria sobreviver com um salário desses, mas aqui também as coisas são mais caras. Um litro de gasolina custa 1,38€, ou seja 1,50 dolars.
abraço

01 maio, 2006  
Blogger Pedro Gama said...

Obrigado pela conversão em euros... ahahahaha

Ainda não respondeu meu mail...

01 maio, 2006  
Blogger Chico Esperto said...

Obrigado pela visita ao meu blog"Fiatenavirgem".Nós aqui em Portugal não temos a noção correcta dos salários aí praticados. Temos a noção de que são baixos, dado existirem muitos irmãos brasileiros a trabalharem no nosso país.
As injustiças e desigualdades existirão sempre. Há que lutar para que o mundo seja mais justo.
Caberá a vocês brasileiros, com o poder do voto, alterarem essas situações de injustiça salarial e, não só.
Um abraço.

01 maio, 2006  
Anonymous Anônimo said...

Engraçado neh cara...Eh dia do trabalho hj mais c/ um nome desse devia tah todo mundo trabalhando e naum nessa coçação de saco casual de nós todos...ahuahuahauahauahaua
é isso dps agente se fala
flw
arthur

01 maio, 2006  
Blogger Marlene (Maloca) said...

Marco Aurélio,
cursei Matemática e só não me tornei professora porque circunstâncias da vida me levaram a trabalhar em outra área.
Não bastasse o salário baixo, li ainda hoje num jornal daqui de São Paulo sobre a violência nas escolas, que os professores enfrentam no seu dia-a-dia de trabalho.
Fico pensando: até quando aguentarão tudo isso?
Um abraço.

01 maio, 2006  
Blogger nunocavaco said...

Caro Marco, realmente o salário é muito baixo, mas o que me deixa mais curioso é o modo de fazer política de alguns. Este parece que se aproveita das crianças.
O trabalho deve ser bem pago e deve ter direitos. A educação é um direito.
Um abraço

01 maio, 2006  
Blogger Henrique Parra said...

muito bom seu texto...infelizmente essa é a realidade...em São Paulo não é muito diferente!

Peço para colocar seu blog nos meus links e acabo de postar no meu blog se puder dê uma passada e me diga o que achou!

Abraço!

01 maio, 2006  
Blogger Lia Noronha said...

Marco: neste dia do trabalho...nós professores temos muito o que trabalhar...pouco a comemorar...e menos ainda...a receber!
Boa noite de segunda com cara de Domingo,mas sem a voz irritante do Faustão !!!
Abraços carinhosos.

01 maio, 2006  
Blogger Lia Noronha said...

Marco: estou tentando te linkar...não consigo!
Bjs

01 maio, 2006  
Blogger Jackson said...

É inqualificável a vergonha e o opróbrio a que estes ilustres governantes submetem o povo brasileiro. E na foto ele ainda põe suas mãos que assinaram com tanto amor este "aumento" no rosto de uma criança. Só falta beijá-la como Judas fez a outro inocente: Jesus. Um abraço.

01 maio, 2006  
Blogger Pedro Gama said...

Caros amigos brasileiros e portugueses...

O Meu bom amigo Marco Aurélio é um denunciador das injustiças, tem tentado dar alguma leveza ao seu blog, com alguns textos interessantes sobre outras "boas temáticas".

Mas noto uma coisa, quanto mais o leio: a diferença entre o Brasil e Portugal, neste momento, é quse nula, não fosse o país de Vera Cruz ser maior que o nosso e, logo, ter mais população e, em termos porpocionais, a injustiça social é muito maior.

Digo isto porque, apesar de saber que, em Portugal a s coisas vão muito mal, com um ordnado minimo a rondar os 400 euros (penso que serão cerca de 110 reais, peço desculpa se a conversão não é a mais correcta), ainda assim, esse quatrocentos euros, no Brasil, seriam o suficiente para muita gente viver bem... aqui são uma miséria que mal dá para pagarmos as contas e ficarmos com algum para comer.

Muitos brasileiros têm vindo para Portugal (eu próprio já fui "caçado" por uma brasileirinha, que amo), em busca de melhores condições, mas não só em termos financeiros. Trazem os filhos pois consideram que o sistema de ensino é mais eficaz (para os portugueses: se é melhor, imaginem então, como está o do Brasil). Portgal tem das piores taxas de insucesso escolar da Europa, tem das maiores taxas de desemprego de professores, da Europa, e tem professores no activo que, muitas vezes, mal sabem ler e escrever quando acabam a faculdade. Como vêem, somos paises irmãos, pois imagino que no Brasil as coisas não vão muito melhor.

Amigo Marco Aurélio, perdoe utilizar este espaço para falar do meu país, mas quero que percebam que, muitas vezes, o que podem pensar que é o paraiso, não é... e há muitos brasileiros que vêem para POrtugal e acabam por ficar na "mão pois isto aqui também não está fácil.

O que ainda vai safando isto é que a maioria dos brasileiros quer trabalhar e trabalham muito... Mas é certo que muitos ficam sem trabalho e a passar mais dificuldades do que passavam ai! Para aqueles que pensem vir para Portugal, ainda assim, serão bem recebidos por alguns e mal vistos por outros... é que os portugueses, até nisso, são burros, muitas vezes: Um país em emigrantes, como Portugal, recebe mal, por evzes, os imigrantes... e isso eu não entendo... mas ainda há aqui gente boa...

Fiquem bem...

02 maio, 2006  
Blogger Pedro Gama said...

não são 110 reais, mas sim 1100 reais... faltou um zero...

02 maio, 2006  
Blogger dns said...

o brasil tem exportado gente em busca de melhores condicoes ha' algum tempo, mas o que muita gente 'as vzs nao considera e' o fato de que, problemas por problemas, outros paises possivelmente tambem terao, em maior ou menor escala.

moro na inglaterra e digo: volto ao brasil na primeira oportunidade de dar alguma educacao e escolaridade aos meus filhos. por mais que alguem possa pensar ao contrario, algumas coisas ainda estao melhores la' no *terceiro mundo* do que aqui. obviamente eu nao estou falando muito de distribuicao de renda ou ganhos minimos (embora professores tambem nao ganhem muito aqui), mas sim em qualidade. ;)

claro que eu acho que seria melhor lutar pelo pais para uma melhoria da situacao geral, mas infelizmente isso requer muito mais num ambito consciente geral. e enquanto os politicos *escolhidos pelo povo* nao forem os ideais, vamos ver brasileiros espalhados pelo mundo atras de oportunidades. mas que nao se esquecam de onde vem e o que devem fazer pela sua terra de origem.

02 maio, 2006  
Anonymous Anônimo said...

Gastar dinheiro com coisa que presta ele nao gasta ,podia pelo o menos pagar aqueles que educam direito e nao aqueles que vivem de perna pro ar.....
LOREDANA

19 maio, 2006  
Anonymous Anônimo said...

Infatuation casinos? zestful firm of this grassy [url=http://www.realcazinoz.com]casino[/url] advisor and compel assume trust to online casino games like slots, blackjack, roulette, baccarat and more at www.realcazinoz.com .
you can also dilly-dallying our blooming [url=http://freecasinogames2010.webs.com]casino[/url] orientate at http://freecasinogames2010.webs.com and overcome chief industrious dough !
another out of the ordinary [url=http://www.ttittancasino.com]casino spiele[/url] plan is www.ttittancasino.com , in uneasiness german gamblers, observe with unrestrained online casino bonus.

21 fevereiro, 2010  
Anonymous Anônimo said...

prefect in unusualness this gratis of indictment [url=http://www.casinoapart.com]casino[/url] ancillary at the unsurpassed [url=http://www.casinoapart.com]online casino[/url] signal with 10's of all the den [url=http://www.casinoapart.com]online casinos[/url]. actions [url=http://www.casinoapart.com/articles/play-roulette.html]roulette[/url], [url=http://www.casinoapart.com/articles/play-slots.html]slots[/url] and [url=http://www.casinoapart.com/articles/play-baccarat.html]baccarat[/url] at this [url=http://www.casinoapart.com/articles/no-deposit-casinos.html]no descent casino[/url] , www.casinoapart.com
the finest [url=http://de.casinoapart.com]casino[/url] against UK, german and all as a dozing space the world. so in the obviously of the treatment of the choicest [url=http://es.casinoapart.com]casino en linea[/url] corroborate us now.

16 março, 2010  

Postar um comentário

<< Home