sábado, janeiro 13, 2007

Cometa McNaught no céu do Brasil

O Cometa McNaught, que tem o nome de Robert McNaught, astrônomo australiano que o descobriu há cinco meses será a partir de segunda-feira visível em todo o Brasil. Provavelmente será visto com uma cauda de aproximadamente 1°, o que equivale a um comprimento igual a duas vezes o diâmetro aparente da lua. Será observável ao nascer e ao pôr-do-sol na direção sudoeste, durante cerca de quinze dias. Depois se afastará rapidamente do Sol. No entardecer será melhor para observá-lo. Com telescópio, mesmo de pequeno alcance pode ser visível após o por do sol. Seu período ainda não foi calculado, mas existem estimativas de cerca de 200 anos. Michael Jäger e Gerald Rhemann obtiveram a imagem mostrada do cometa McNaught em 5 de janeiro de 2007

6 Comments:

Blogger Marco Aurélio said...

Pai

Você adivinhou sobre o que eu ia escrever hoje.Saudemos o primeiro cometa a passar pela Terra em 2007. Estou ansioso pelo final deste mês para vê-lo. Durante séculos os cometas foram considerados mensageiros de más notícias e civilizações ancestrais criaram mitos sobre eles. Um desses maus presságios fala da chegada de um cometa que faria com que os céus ardessem em chamas, o ar ficaria impregnado de enxofre e a terra, afundaria.Os romanos afirmavam ter visto um cometa com cauda no dia do assassinato do imperador Júlio César, no ano 78 a.C..O Papa Calixto II chegou a excomungar o cometa Halley por considerá-lo um instrumento do diabo. Atualmente o único medo dos cometas deve ser por seu poder destrutivo caso algum venha a se chocar com a Terra. Esse pelo menos para mim é um bom sinal, mesmo não me considerando um cara místico. Serve também para “baixar a crista” dos cientistas que simplesmente não o conheciam. Vale lembrar que por ter um período de 200 anos, devia ser conhecido pelos astrônomos. Ainda bem que é tão brilhante que pode ser avistado a olho nu. Valeu a dica do telescópio, mas sabemos que a maioria das pessoas não tem este instrumento e grande parte das que tem não sabem usa-lo. Estão dizendo que seu brilho é comparável ao de um planeta como Vênus. Pena que a proximidade de sua trajetória em relação ao Sol poderá causar sua desintegração. A chance é de até 95%. Me lembrei mais uma vez das nossas incursões astronômicas no quintal da casa do vovó e na área de serviço da casa da mamãe. Valeu mais uma vez!

13 janeiro, 2007  
Anonymous Fã do pai e do filho said...

Para observar o McNaught é preciso olhar para o céu logo após o pôr-do-Sol na direção do poente, de preferência usando binóculos. Os melhores locais para observação são longe de luzes urbanas e com o céu limpo. Vênus, que estará no oeste, também pode ser usado como ponto de referência.

15 janeiro, 2007  
Anonymous Anônimo said...

está muito nublado hoje vai ser dificil de ver. Queria simular a orbita no Celestia mas ainda não tem no pacote. Em breve!

15 janeiro, 2007  
Anonymous RAFAEL GARCIA said...

O cometa McNaught servirá para estudar e revelar dados sobre a composição do aglomerado de matéria que existia nesta região do Universo antes de o Sistema Solar se formar.
Ele é um dos corpos que povoam a chamada Nuvem de Oort, um conjunto de cometas com órbitas longas, que se estendem para muito além de Plutão --cerca de 100 mil vezes além da distância que a Terra está do Sol. Observações estão sendo feitas por grandes telescópios da Terra e pelas sondas Stereo e Soho, mas os melhores dados só devem ser colhidos dentro de algumas semanas, pois agora esses instrumentos sofisticados podem ser ofuscados pela luz do Sol. Alguns astrônomos aventam a possibilidade de o cometa ser aniquilado pelo desgaste que sofre ao passar perto do Sol, mas ninguém se arrisca dar certezas. "Ainda não foi possível determinar nem a massa do cometa nem o período", diz Jablonski.

16 janeiro, 2007  
Anonymous Fabio Almeida said...

Olá Marco Aurélio,

O McNaught foi descoberto em agosto do ano passado, mas pelos elementos orbitais não deve bater na Terra... O estrago ia ser grande.

Abs!

22 janeiro, 2007  
Anonymous Gisseli said...

OLÁ, eu moro no interior de SC, e ontem pude ver o cometa McNaught, muito bonito e emocionante,e se não fosse meu marido confundi-lo com um aviaõ, e então me chamar para ve-lo...perderiamos a chance...ehehe... chamamos todos os visinhos para apreciá-lo.

24 janeiro, 2007  

Postar um comentário

<< Home