terça-feira, junho 06, 2006

The number of the beast

Lembro-me bem quando este disco saiu no começo da década de 80. Saí de carro várias vezes com os amigos, na adolescência, ouvindo esse som. Acho graça quando meus alunos me perguntam se conheço. Geralmente a conversa começa quando faço comentários vendo suas camisas estampadas por capas do “Iron” ou pela figura do Eddie the Monster. Geralmente sei mais sobre o grupo do que eles. Grande parte deles usa a camisa por questões de modismo ou para mostrarem que fazem parte de uma "tribo". Muitos amigos músicos clássicos profissionais gostam do Iron Maiden. Pessoalmente acho o fino do Heavy Metal. Algumas letras são engajadas e denunciam guerras, violência e a poluição. Seus integrantes fizeram oposição sistemática a Margaret Thatcher. Se você acredita que 666 tem uma mística leia Uma sequência singular e veja o que penso. Para quem acha que é uma barulheira escute Strange world deles.

But never it forgets that the number of the beast is six hundred and sixty-six !

23 Comments:

Blogger Alcenir Ferreira said...

Caro Marco Aurélio

Vemos que o senso comum domina todos os "universos". As pessoas aceitam as ideologias porque parar para refletir um pouquinho dá trabalho. É bem mais fácil imitar do que saber o real sentido das coisas.

06 junho, 2006  
Blogger luma said...

Já ouvi muito viu?? e ouço de vez em quando, mas não é o tipo de música que ouço sempre. Não acho pauleira, educamos os ouvidos! (rs*) Beijus

06 junho, 2006  
Blogger Rodrigo Dias said...

QUando eu era pirralho eu ouvia muito Iron Maiden... Mas só pelo fato de ser metaleiro. Como não tenho saco pra ficar traduzindo letras, e meu inglês "de ouvido" é péssimo, nunca soube o que eles cantavam.

Agora até me deu vontade de entender. =D

Abraço

06 junho, 2006  
Anonymous Douglas S. Amorim said...

me sinto como na escola sem material, mas e sempre bom aprender um pouco mais de heavy metal, bacana...

06 junho, 2006  
Blogger samurai said...

Grande Marco Aurelio,
The Number of The Beast é muito classico.
Marca a entrada de Bruce Dickson como vocalista da banda. A Beast on the Road Tour teve 180 shows em 16 paises.
E Falar o que desta capa que tem o Eddie fazendo o "coisa-ruim" de fantoche e este por sua vez controlando um ser humano
Destaque de musica aqui vai pra "The Number Of The Beast" - baseada no livro apocalipse e no filme a profecia -
e "Hallowed Be Thy Name" praticamente obrigatorias em qualquer show da donzela
Abraços
Alessandro

06 junho, 2006  
Blogger Lucia Stevenson said...

Eu escuto tudo quanto e' tipo de musica, mas gosto muito de Heavy Metal (culpa do meu ex-namorado). Uma musica do Iron Maiden que gosto muito e' "Hallowed Be Thy Name". Tb me faz lembrar muito da minha epoca de adolescencia quando fui exposta a esse estilo de musica e a essa banda. Bjos

06 junho, 2006  
Blogger Sabrina said...

ai eu não suporto mais esse povo que se diz gostar de iron maiden! blé! se você perguntar as músicas que ela(e) gosta, a primeira é fear of the dark! ahahaahahahah
e pronto! o gtande conhecimento de iron maiden não passa disso! q:

hoje é dia do capeta! \o/
eita que o que vai ter de "morceguinhos trevosos" usando roupa preta e blusa de banda do "metal do mau" q=

eie, como tu descubriu meu relis bloguinho?! (=

e sobre aquela suzane das trevas eu nçao comento mais é nada! ela vai ser solta mesmo..

06 junho, 2006  
Blogger Falante said...

Valeu pelo cometário lá... Mas além de The Number of the Beast ser um baita som, poderia ter o Brasil com cenário pra um clip, fala aí?! E o novo Eddy The Monster seria, claro, a Suzane...
Vou visitar mais vezes esse blog aqui... tá parecendo ser bom... rs

06 junho, 2006  
Blogger Palpiteira said...

Lerei o texto indicado por vc depois.
Beijos.

06 junho, 2006  
Blogger Palpiteira said...

Ah, já li! :p
Eu acredito até em duendes, hehehehe.
Beijos.

06 junho, 2006  
Blogger Eduardo Rabenhorst said...

Grato pela visita ao meu blog e pelo comentário. Gostei muito do teu espaço. Vamos manter contato, pois sou também "meio mineiro". Um abraço,
Eduardo Rabenhorst

06 junho, 2006  
Blogger A.O. Gomes said...

Também gostei de Iron Maiden da adolescência, mas passou! Gostei do seu blog, e aí vamos falar de Suzane? Me visite!http://dicasparaviversuavida.blogspot.com/

06 junho, 2006  
Anonymous Ana Julia said...

Pois é... hoje é 6/6/06, estréia o filme A Profecia e já ouvi até falar que é o dia do Lula! Meu irmão adora Iron Maiden... mas não faz muito meu estilo. E acho o ó quem usa camiseta de algo e nem sabe do que se trata.

06 junho, 2006  
Blogger Jo said...

Aêê Marco,

Post legal x]

Iron Eh massaa !!

[] ~> Jo - o6/o6/o6

06 junho, 2006  
Blogger Alexandra Vasconcelos said...

Não vim aqui comentar o Disco...
E sim sua postagem no meu blog sobre Suzane von Richthofen...

Concordo en número, gênero e grau com vc!

Pra ela só perpétua... embora eu seja mais a favor da pena de morte, porém estamos no Brasil....

Notei sim... 06/06/06...rs...

Abraço
ALEANDRA

07 junho, 2006  
Blogger WAPTE said...

Outro dia estava aqui em Goiânia, no Bar do Virgilio que é o “Cabral” daqui, ou seja o boteco que eu freqüento. Vocês conhecem o povo goiano. Eles só gostam da chamada música sertaneja, que não é sertaneja nem nada ou seja: Bruno e Marrone, Xitãozinho e Xororó, Zezé de Camargo e etc.. Gostam do que eles chamam modão. No bar tem uma dessa maquininhas de tocar música do tipo “Jukebox”. Então eu tasquei lá as músicas do disco “The Death on the Road” do Iron Maiden, principalmente: “Dance of the Death”, “Brave New World” e “The Lord of the Flies”. O pessoal adorou e falou: “o Professor é muito doido”. Pois é , só colocar e a turma gosta. Agora já tem cara colocando as músicas até mesmo quando não estou lá. Ficou todo mundo doido.

07 junho, 2006  
Blogger Marco Aurélio said...

Pai

Você lembra do buganga?

07 junho, 2006  
Blogger Lis Wave said...

Muito bom lembrar do Iron.A vasta diferença é que vivenciamos esta época de ouro do Heavy Metal e não era por modismo não.
Mas acabo por entender os que o fazem hoje, porque acho esta geração mais carente de ídolos e exemplos.Vejo meus sobrinhos ouvindo "Rebeldes" e mais todo um universo de lixo comercial sonoro.
Porém os que vivenciaram e curtiram muita coisa legal produzida nos anos 70 e 80, devem sim manter acesa esta chama e passar aos demais a imagem real do que foi o movimento heavy metal na época e não só apenas andar com o Eddie estampado na camisa!

07 junho, 2006  
Blogger Alex Manzi said...

O único disco que tenho do Iron é o Powerslave, aquele com motivos egípcios na capa. Fundamental para compreender a música da Donzela.

Não se trata de uma banda que figura entre as minhas preferidas não, mas que eles são bons, eles são.

Ósculos Metálicos.

p.s.: vou ali comprar uma camiseta...

07 junho, 2006  
Blogger WAPTE said...

Claro que eu me lembro do Buganga (Quero falar com o Dudu do setor 4!!!). Ele era doidão com Iron Maiden. Lembro-me que um dia fomos naquela geringonça deles lá, depois de um jogo do Galo, que se saiu bem (bons tempos). Fomos para lá. Cara, eles tinham uma parafernália sonora muito avançada porque a casa lá era de uma produtora de material avançado de multimidia. Só sei que fizemos um churrascão, com o Almir presente e passamos a noite inteira lá dançando ao som de músicas ,muito boas e com o telão para incrementar. Pena que isto acabou. Bem, mas fazer o que né?. Enquanto isto vamos estudar Cromodinâmica quântica, String Theory, Antropolgia Cultural e cuidar de nosso índios. De vez em quando coloquemos umas músicas legais lá no bar do Virgilio. Assim o tempo passa e a gente com a "boca cheia de mosquito fica esperando a morte chegar".

07 junho, 2006  
Anonymous Marlon said...

o marco aurelio e o marlon olha como ta ficanu meu novo site!


www.falkinho.xpg.com.br

09 junho, 2006  
Anonymous Rayanne "Rui Barbosa 8A said...

Não acredito muito em certas surpetiçõe e tambem não curto muito IRON, acho as letras das músicas meio pesadas, mas uma ou outra agente até leva.
Sinceramente temos que confessar que essa data nos da um certo medo
ou uma angústia "Se algo naum sair do geito planejado, é culpa da data ( ela esta próxima)"
quem nunca pensou assim não é !

11 junho, 2006  
Anonymous Eddie the monster said...

The majority did not understand this post. That one was day 06/06/06, my number.
Fuck all!!!!!

13 junho, 2006  

Postar um comentário

<< Home