sábado, outubro 14, 2006

Supercordas

A primeira vez que ouvi falar em supercordas foi num curso de Teoria da Relatividade Geral em nível de Doutorado, ministrado pelo Wapte em 1994, ano que em que se aposentou. Estava só de “sapo”.Tinha apenas um ano de UFMG. Todos os alunos do curso tinham doutorado, menos eu e uma cara meio louco que se dizia médico e pediu para assistir as aulas para ver se uma “teoria” que estava desenvolvendo estava correta. Se chamava Hugo. Era um figura! Chegávamos mais cedo e nos “preparávamos” para a aula na sala do Lincoln .Voltando a teoria das supercordas, penso que ela tem como objetivo principal, conciliar dois grandes pilares da física moderna, a teoria da relatividade e a mecânica quântica. Propõe que o tecido do espaço-tempo tem, além das três dimensões espaciais e uma temporal, outras seis dimensões. Se estiver correta unificará a gravidade e as outras forças num único pacote teórico.Já foram feitos vários experimentos para detectar alterações causadas pela presença sutil dessas dimensões extras e nada foi encontrado. Por outro lado se as ondas gravitacionais forem detectadas...

2 Comments:

Blogger SAM said...

É a maior teoria que a humanidade poderia ter, mas das cordas, super-cordas e teoria M, para a GUT ainda falta... e, pessoalmente, acho que muito!

14 outubro, 2006  
Blogger Marian said...

Humm, adoro esses temas! alimentarmente falando são o equivalente a um petisco saborosissimo que me faz crescer agua na boca :)

22 outubro, 2006  

Postar um comentário

<< Home