terça-feira, outubro 10, 2006

Com a Coréia do Norte a coisa é diferente!

A Coréia do Norte anunciou um bem-sucedido teste com uma bomba nuclear. Como já era esperado, o governo norte-americano pediu sanções imediatas à Coréia do Norte e fez uma ameaça. Seu Exército está pronto para atingir mísseis inimigos e responder a quaisquer ameaças. A resolução que os EUA propuseram inclui a proibição a todos os países de comercializar com a Coréia do Norte materiais que possam ser utilizados para fabricar armas de destruição em massa, a realização de inspeções em importações e exportações norte-coreanas e o fim de transações financeiras que possam ajudar seu programa nuclear. George W C. Bush, rosnou que o teste nuclear é inaceitável e "representa uma ameaça à paz e segurança globais". Sabe a razão do cover do Hitler estadunidense não invadir a coréia do Norte? Os norte-americanas sabem que eles tem armas atômicas, 20 instalações nucleares, entre 2.500 e 5.000 toneladas de armas químicas e dez tipos armas bacteriológicas. Ao contrário das armas fictícias que serviram de pretexto para a invasão Iraque os coreanos tem armas de verdade. Vai lá cawboy. Vá tirar onda com os olhinhos puxados para ver!

8 Comments:

Anonymous Anônimo said...

Professor Marco Aurélio,

Obrigado por ter visitado meu blog, mas veja, uma democracia capitalista querer desenvolver armas nucleares já é algo suspeito imagine uma ditadura comunista como a da Coréia do Norte. Portanto, sanções econômicas já e duras contra os sedizentes.

Quanto as armas de destruição em massa talvez eu deva lembrá-lo, pois quero crer que o senhor não é um vulgar comunistazinho terceiro-mundista, mas até um esquerdista com alguma inteligência e honestidade o que é muito difícil encontrar da parte dos politicamente corretos estatólatras, enfim, quero lembrá-lo que as notícias veiculadas pela grande mídia: O Estado de S. Paulo, O Globo (esse então, jornaleco lulista descarado), Folha de S. Paulo, TV Globo e New York Times são órgãos a serviço da subversão mundial da esquerda, logo, no que toca as armas de destruição em massa é favor o senhor saber o que já foi encontrado, isso com dados de muitos meses atrás, possivelmente hoje mais armas já foram descobertas, mas a desinformação global não permite que o povão saiba, segue a lista:

#1,77 toneladas métricas de urânio enriquecido;
#1.500 galões de agentes químicos usados em armas;
#17 ogivas químicas com ciclosarina, um agente venenoso cinco vezes mais mortal que o gás sarin;
#Mil materiais radiativos em pó, prontos para dispersão sobre áreas populosas.
#Bombas com gás de mostarda e gás sarin.

Fonte: artigo Os Iluminados de Olavo de Carvalho.


Abraços e visaite mais meu blog!!

10 outubro, 2006  
Anonymous Anônimo said...

grata pela visita
o ditador norte coreano conseguiu chamar a atenção do mundo
espero que a reação americana não seja com armas, embora o presidente saiba apenas usar a força, sacrificando mais vidas.
por que o povo americano não reage?

10 outubro, 2006  
Blogger andre wernner said...

Meu caro Marco Aurélio
Agradeço a sua visita ao meu blog e a gentileza da postagem.

Com relação ao artigo, devo dizer que vejo com muita tristeza e temeridade esses acontecimentos, pois vivemos momento crítico para a humanidade, onde o Planeta está pagando um alto preço pelo desvario do homem.
Como se não bastasse, temos ainda os “aloprados” –termo da moda, lulo-petistas – que parece, nunca estão satisfeitos com nada. Ao invés de unirem forças para produzir uma melhor qualidade de vida para os menos favorecidos, gastam milhões em armamentos, promovem guerras e arrasam países, em nome do poder e pelo poder.
A Coréia com sua situação econômica abalada se prevalece da criação desses artifícios e, não tenha dúvida, se utilizará desse potencial para chantagear às grandes potências, no futuro próximo.
Não acredito que aquelas autoridades tenham tamanha insensatez em usa-la. O clima não está para tanto. Mas como moeda de troca, é sempre interessante nas mãos de almas diabólicas...
A ONU tem que aplicar fortes sanções para evitar que outros países se aventurem por esse caminho, colocando em risco nações que vivem em paz. Ou pelo menos, não buscam se fortalecer através da crueldade das guerras. Todo cuidado é pouco!

10 outubro, 2006  
Anonymous tamyris fernandes de s. f. said...

oi amore miooooooo te dolu.tinha um tenpao q nao dexava um recadim aki ne..mais ta valendo bjuu t+

10 outubro, 2006  
Blogger Frederik Das Kätzchen said...

Olá, Marco Aurélio, tudo bem?
Obrigado pela visita e pelo comentário.
Falando na tal da Coréia do Norte, não entendo por que os humanos brigam tanto... É pra ver quem manda em quem, é?
Se for por isso, nós, os animais, também "brigamos", é verdade, mas não pra favorecer interesses alheios nem pra meter o bedelho em territórios, literalmente, do outro lado do mundo. Além disso, não poluímos, não fabricamos armas, não pomos nenhuma espécie em risco de extinção, não construímos usinas nucleares, não usamos pesticidas nem exploramos ninguém, muito menos nossos semelhantes.
É, cada vez menos entendo o ser humano...

Abraço!

=^.^=

11 outubro, 2006  
Blogger WAPTE said...

A Coréia foi invadida pelos marines norte-americanos no início da década de 50, causando muita morte e muita dor no povo coreano. Como sempre foram derrotados e forçados a uma trégua. Dividiram o país na região do paralelo 17, em sul e norte. Ameaçaram na ocasião lançar mão de artefatos nucleares para terminar com a guerra quando estavam perdendo. Na época as chacinas de Hiroshima e Nagasaki ainda estavam muito vivas na população de nosso planeta e a grita contra foi grande. Os Estados Unidos recuaram na falta de apoio. Com isto o povo coreano descobriu que só não seria mais invadido se tivesse como meio de persuação bombas nucleares. Assim, se os estados Unidos usassem esses artefatos lá, haveria represália. Bem, sou contra armas nucleares. (Aproveito o ensejo, já que este é um site-blog de fundo científico,para perguntar: o que são armas nucleares?. Porque são assim chamadas?. Qual a diferença entre uma bomba de hidrogênio, uma bomba de neutrons e uma bomba atômica?). Bem voltando ao assunto. Sou contra qualquer país ter bomba atômica. Entretanto alguns amigos que temos por aí acham que os Estados Unidos, Israel, etc podem ter bombas. O resto não. O João Emiliano acima é um desses. Tem o mesmo linguajar do pseudo intelectual Olavo de Carvalho. Basta dizer que ele acredita que exista democracia capitalista. Uma democracia capitalista é aquela que Mark Twain dizia: "As pessoas tem a liberdade de dormir embaixo da ponte se não tiverem casa." Eu sou da esquerda. O Olavo de Carvalho, é um maniaco que defende aquele coronel 111 que foi assassinado outro dia. Que acha que Bolsonaro é correto. Que deviam massacrar todos os árabes. Gente, existe muita coisa boa para se ler neste mundo. Muitas pessoas que são claramente de direita, escrevem coisas muito mais lúcidas. Lembro ao prezado acima,que a Coréia do Sul é também uma ditadura. Será que em sua visão a Coréia do Sul ter bomba, é apenas supeito?. Gostaria de saber de onde O Osvaldo de Carvalho tirou a lista acima. Gostaria de saber também onde estão estas armas. De certo o Osvaldo tem livre acesso aos orgãos de informação norte-americanos. Achava que esta direita burra e maníaca já estava extinta há muito tempo. Cruz credo, vade retro satanás...

11 outubro, 2006  
Anonymous Scandi said...

Putz, sei que não é diretamente uma corrida armamentista, mas como chamarão esta nova? O governo Bush nestes anos todos não conseguiu esconder a fragilidade do país...

12 outubro, 2006  
Blogger Ricardo Rayol said...

É bem isso mesmo.

13 outubro, 2006  

Postar um comentário

<< Home