quinta-feira, outubro 12, 2006

Dia das crianças?

Infelizmente o dia das crianças só pode ser comemorado por umas poucas que tem condição sócio-econômica favorável. Sabemos que aproximadamente 2,7 milhões de crianças e adolescentes entre 5 e 16 anos trabalham no pais de forma irregular. Perdem a infância nas casas de farinha, nas lavouras, na carvoarias, nos sinais de trânsito, no corte de cana e em espeluncas destinadas a prostituição. Essas crianças quando estão na escola, sempre têm desempenho fraco. Estão muito cansadas para estudar e aprender, ou simplesmente deixam de estudar. Pesquisas mostram que mais de meio milhão crianças e adolescentes, na maioria meninas, são exploradas sexualmente ou no trabalho infantil doméstico. Sem falar nas mortes pela fome e pela violência. Esgundo dados da Unicamp, no Brasil morrem por ano 123 mil crianças com até um ano de idade, pela fome ou em decorrência da falta de amparo.E a rede “Bobo” vem com aquela musiquinha chata de todo ano com a tal “criança esperança”, campanha pequeno burguesa para maquiar a realidade. Hoje é mais um dia de tributo ao consumismo. Mais dia dos donos de lojas de brinquedos e afins do que propriamente das crianças.

17 Comments:

Blogger Joseane Piechnicki said...

Olá Marco!
Concordo contigo mas, preferi deixar meu lado criança falar mais alto. ;-)


=> Não sei se realmente temos o que comemorar...
Abraço

12 outubro, 2006  
Anonymous Jaqueline said...

"Dia das Crianças,e o que é isso"?
No dia de hoje não consegui ser muito otimista com relação ao presente-futuro de centenas delas em nosso país,mas o otimismo é necessário no nosso dia-a-dia,especialmente em nossa Pátria.
Tem que haver nem que seja um "fiozinho" de otimismo,esperança...

Saudades!!!
Jaqueline Líria

12 outubro, 2006  
Blogger Frank said...

Olá!

Obrigado pela sua visita

Em parte concordo contigo, mas eu acho muito bonito uma ver criança ganhando um presente, ver aquele sorrisão que eu já sorri tantas vezes. Fiquei ƒrustado hoje.

Abração.

12 outubro, 2006  
Anonymous Anônimo said...

Êta carinha mais pessimista e mau humorado!

12 outubro, 2006  
Blogger ciganaglobetrotter said...

grata pela sua visita e virei mais vezes por aqui.Nem sei como vc me achou...ms a net é tao pequena, não é mesmo?Dias felizes e nem tanto felizes para milhões de crianças que nem comida têm para comer.Grace

12 outubro, 2006  
Blogger Fórum de Arte&Cultura do Piauí! said...

Caro Marco, sua visão realista apaga o apego consumista que tomou conta desse dia para a maioria das pessoas.

Com sua pertinência, sentimos um embrulho ao tomar conhecimento das estatísticas apavorantes para o presente e futuro de nossas crianças.

Parabéns pelo blog.

Abraços!!!

Willian Tito

12 outubro, 2006  
Blogger Segunda Pele said...

Lendo o seu comentário no meu blog, seu texto e seus comentários por aqui, só tenho a dizer: Pessimismo mas é a realidade.
Não podemos só olhar para o dia das crianças e de um ano inteiro daquelas que vão ao parque com os pais andar de montanha russa ou aquelas que riram à toa com seus presentes sonhados. Claro, graças a Deus isso acontece! Mas não podemos vendar os olhos para aquelas que não tem nada, e coisas muito mais valiosas do que um simples brinquedo. Não tem amor, não tem perspectiva, amparo nem uma educação estruturada familiar.
Muitas coisas como essas acontecem pq pessoas fecham os olhos e deixam estar.
Tudo na vida tem seus dois lados.
Rezo pros que hoje passaram um dia das crianças infeliz no ano quem vem, nos próximos ou quem sabe possam dar aos seus filhos o que necessitam e mostrem o que é infância.
Até mais!!! E não deixemos morrem a criança que tem dentro da gente!!! Senão o que vai ser de nós?? hahaha

12 outubro, 2006  
Blogger WAPTE said...

Bem, a despeito do comentário do anônimo covarde, eu compartilho as idéias de seu comentário. Não há nada de pessimismo. Talvez mal-humorado (MAL-HUMORADO e não MAU HUMORADO, viu anônimo!.) porque é impossível ser bem-humorado por essas bandas. Nada a comemorar. Aliás devíamos ensinar nossos filhos a realidade porque assim quando eles crescerem poderão fazer algo por nosso país. Entretanto o que fazer. Vamos pelo menos desejar a todos que freqüentam o blog um feliz dia das crianças, porque dentro de nós existe sempre um pedaço delas.

12 outubro, 2006  
Anonymous Anônimo said...

Marco,
se o anonimato aqui é massacrado,então porque ainda premite a opção anônima?Porque não deixam que os anônimos(as)se expressem e escrevam da maneira que quiserem?

Beijo!

12 outubro, 2006  
Blogger Rose said...

Olá,
Concordo plenamente com voce!
Um abraço!
Rose

12 outubro, 2006  
Blogger Luci said...

Marco Aurélio, hoje pela manhã ouvi na cbn dados de uma pesquisa... resultados assutadores e difíceis de assimilar - maus tratos, violência, desamparo - que ocorrem dentro dos lares.
Sim, vc. tem razão, hoje é um dia de consumismo, de nos enganarmos olhando apenas o que nos cerca...
Infelizmente é assim, mas nem tudo está perdido! Espero, sinceramene, que existam muitas Concinelis neste mundo.
bjs!

12 outubro, 2006  
Blogger Ana said...

Vim agradecer a visita ao meu cantinho soturno. Gosto de sim do Poe, e muito. Ando, a propósito, com uma fixação por gatos pretos. Hoje quase adotei um e saí com ele embaixo do braço.
Mas enfim, um abraço pra vc!

12 outubro, 2006  
Blogger WAPTE said...

Marco Aurélio:
Acho que você deveria retirar a opção: "anônimo" de seu blog. Se você der uma olhada pela internet, vrá que, as páginas que possuem comentários a respeito de determinados assuntos (que são na maioria das vezes polêmicos) não permitem essa opção. Também as listas, têm um moderador que elimina as mensagens anônimas. Além disto a constituição brasileira consigna a liberdade de expressão, mas veda o anonimato. O anônimo (alías, anônima)acima afirma que foi massacrado. Ela é quem estava querendo massacra-lo.
um abraço.

12 outubro, 2006  
Blogger Marco Aurélio said...

Pai

Aqui é um espaço democrático e acho todos os comentários bem vindos. Até os que me ofendem diretamente. Estou gostando deles pois estão me ajudando a lidar com as criticas e com os sentimentos de revanche. Além do mais tem alguns(as) anônimos que deixariam de escrever e gosto muito deles. Obrigado pela consideração e por suas defesas. Sem estes comentários ofensivos não teria a chance de ver como você tem consideção por mim e isso me faz sentir muito bem. Até esqueço as ofensas. Em face ao exposto acima. Os comentários anônimos continuarão e não serão apagados.

Um abraço

Seu filho primogênito.

13 outubro, 2006  
Blogger Tina said...

Oi Marco!

Passei para te conhecer e agradecer o comentário deixado. Concordo que existe uma grande parte comercial, mas por que não celebrar e fazer (quando possível)um agrado ao futuro?

Triste constatação apresentada no seu post, pena mesmo que isso ainda aconteça aqui.

um abraço,

13 outubro, 2006  
Blogger SAM said...

É por isso que eu defendo a manutenção da inocência das crianças conciliada com um crescimento responsável. É uma fusão aparentemente paradoxal, mas possível.

Acho que só no momento em que o ser humano compreender a importância da educação na manutenção da nossa espécia, na educação como promotora de futuros adultos plenos, quando virmos nas crianças as jóias de inestimável valor que possuem nelas, é que teremos possibilidade de evolução enquando civilização global.

14 outubro, 2006  
Blogger Tati said...

Eu concordo, de verdade. Mas de alguma maneira tb acredito que é um dia q precisa continuar a existir, prá que alguns poucos possam lembrar, questionar essa realidade e fazer a sua parte de alguma forma. Se não houver esperança, o q haverá então?

bjos

ps.. ah, eu fazia um trabalho como psicóloga voluntária em um hospital com crianças mto pobres. Arrecadamos alguns brinquedos e demos a elas de presente nesse dia. São sorrisos que nunca vou esquecer. Consumismo sim. Mas elas não pensaram nisso e apenas souberam abraçar aqueles brinquedos e continuar acreditando que poderiam brincar com eles por mto tempo, apesar de tudo.

14 outubro, 2006  

Postar um comentário

<< Home