terça-feira, junho 13, 2006

Venceu mas não convenceu.

É só o que tenho a dizer!

30 Comments:

Blogger looking4good said...

Obrigado pela sua visita e comentário. É verdade: "venceu mas não convenceu", mas o impirtante mesmo é vencer. Com Portugal aconteceu o mesmo. Nós somos muito exigentes e gostamos de ganhar e de mostrar superioridade avassaladora. Temos de ter paciencia. As nossas selecções vão melhorar ... e encontrar-se na final!

13 junho, 2006  
Blogger Virginia Pereira said...

Olá Marco Aurélio, há quanto tempo, pensei em vc dias atrás, sumido!! Obrigada pela visita, pena que para falarmos de uma coisa tão esperada, comemorada e fraquinha....é a palavra certa mesmo!!Não adianta menosprezar o adversário, porque enquanto o repouso dos nossos guerreiros for em boates regado a bebidas e prostitutas alemãs vai ser assim... só sapato alto, e de fenômeno nada!!! Um abração, e vamos esperar as próximas (nos falamos viu!!!) Boa quarta!

13 junho, 2006  
Blogger junnaumm said...

pois é marco, venceu mas não convenceu mesmo! mas acho que no próximo jogo estaremos melhores já! afinal nem todo jogo precisamos encantar né, foi um jogo simples, sem ritmo, mas vamo aguardar para ver, afinal a única seleção que me convenceu até agora foi Republica Tcheca!

abraço

13 junho, 2006  
Blogger Carminha said...

Verdadissima! E olha que quase todo munndo ali é "o melhor do mundo em ..." alguma coisa!

13 junho, 2006  
Blogger NIVALDO RIBEIRO said...

foi realmente um joguinho... não empolgou mesmo. vamos ver o que vai acontecer nos próximos...

um abraço

13 junho, 2006  
Anonymous eddie the monster said...

Um resumo da Pelada:

O "brazil" começou tomando a iniciativa, mantendo a bola em seu domínio durante a maior parte do tempo e chegando sem grandes dificuldades às proximidades da área croata.

Contudo, foi num contra-ataque rápido, aos 8min, que o Brasil teve sua primeira boa chance. Ronaldinho recebeu pela esquerda e passou para Adriano. Com um leve toque, o atacante deixou para Kaká, que chutou forte, da entrada da área, por cima do gol de Pletikosa.

O Brasil continuava a tocar, mas não conseguia penetrar na área croata. Aos 14min, então, Roberto Carlos arriscou de longe e Pletikosa mandou para escanteio. Após a cobrança, Ronaldinho bateu cruzado do bico esquerdo da grande área e o goleiro croata novamente mandou para fora.

Com o passar do tempo, os croatas conseguiram equilibrar o jogo, partindo para o ataque com mais freqüência. Num desses ataques, aos 23min, Niko Kranjcar avançou pelo meio e, da intermediária, chutou para fora.

Quando a Croácia era melhor em campo, aos 32min, Ronaldinho teve a primeira chance de mostrar sua habilidade em cobranças de falta. Porém, o meia do Barcelona mandou a oportunidade em cima da barreira croata.

Aos 39min, a Croácia assustou em cobrança de falta pela esquerda de seu ataque. A bola, cruzada pelo lateral Srna, passou por toda a área brasileira e saiu perigosamente, à esquerda do gol de Dida.

O Brasil continuava confuso em campo e o primeiro tempo parecia caminhar para o seu final sem gols quando Cafu, pela direita, tocou para Kaká. O meia recebeu e, de pouco antes da entrada da área, chutou colocado, de pé esquerdo, no canto superior direito do gol, sem chances para o goleiro Pletikosa: 1 a 0 aos 44min e um intervalo mais tranqüilo para o Brasil.

Carlos Alberto Parreira voltou sem alterações para a segunda etapa. A equipe continuou apresentando o fraco futebol da maior parte do primeiro tempo e a Croácia passou a pressionar.

Aos 5min, o atacante Prso recebeu, entrou pela direita da área brasileira e chutou forte rasteiro, para boa defesa do goleiro Dida. Na continuação, Lúcio mandou para escanteio.

Três minutos depois, a Croácia chegou novamente com perigo. Após chute da intermediária, a bola sobrou para o atacante Klasnic, que bateu forte da entrada da área, obrigando nova defesa de Dida.

Ronaldo apareceu pela primeira e única vez no jogo aos 11min. Após passe de Kaká, o atacante chutou forte de fora da área, por cima do gol adversário.

Somente aos 17min, a seleção voltou a ameaçar concretamente o gol croata, quando, depois de um bom cruzamento de Cafu, Ronaldinho penetrou pelo meio e cabeceou, para boa intervenção de Pletikosa.

O Brasil continuava jogando mal e, a partir dos 20min, a Croácia criou três boas oportunidades de gol em menos de cinco minutos, com destaque para os laterais Srna e Babic.

Com péssima atuação, Ronaldo saiu para a entrada de Robinho aos 23min e o time melhorou um pouco, ganhando velocidade no ataque. Kaká, o melhor jogador da equipe, criava em chutes de fora da área os lances mais perigosos do ataque brasileiro.

A Croácia, mostrando cansaço, diminuiu o ritmo nos últimos 15 minutos, o que possibilitou ao time de Parreira a manutenção do placar mínimo, mesmo sem apresentar um bom futebol.

Antes do fim do jogo, houve tempo ainda para a primeira invasão de gramado dessa Copa. Um croata entrou em campo, mas foi contido sem causar maior confusão.

13 junho, 2006  
Blogger Juliana Aquino said...

Pois é...

13 junho, 2006  
Blogger Juquinha&Totó said...

Falou pouco, mas falou bonito!
O jogo foi um CAGALHÃO!

PS- Minto. Cagalhão ainda alivia alguma coisa. Esta pelada só acumulou raiva.

Abraços

13 junho, 2006  
Blogger Wilma said...

Morri de ri com seu post, mas tenho que concordar, para um Penta se esperava mais. Fiquei com pena do Ronaldinho, ele está travado com tantas cobranças, tadinho, ele é muito novo pra digerir o que a Mídia faz com ele, né não?
Que o futebol na Copa não seja mais uma decepção pra nós, já que só temos isso pra mostrar, ainda.
Cruzes, alguém acima descreveu todo o jogo!!!

13 junho, 2006  
Blogger Luiz Valério said...

Obrigado pela visita ao meu Blog Repórter. Realmente a "selecinha" foi terrível. E ainda teve gente que encontrou motivo para comemorar...

13 junho, 2006  
Blogger Ricardo Rayol said...

Grande verdade mas não esqueçamos que mais 6 resultados iguais nos trazem o hexa

13 junho, 2006  
Blogger João Lira said...

O jogo realmente não emplacou... Ganhamos, claro, mas ainda assim não foi bem o esperado. Eu sabia que ia ser difícil - Croácia não é tão ruim assim -, mas eu esperava BEM mais.
Além do que, o Ronaldo parecia mais um bloco de concreto em campo: parado, gordo e atapalhava. Péssimo.

13 junho, 2006  
Blogger Wesley Cabral said...

Realmente não convenceu em nada. Mas ainda está tempo, conseguimos os 3 pontos, vamos continuar torcendo.
Obrigado pela visista!
http://subacodecobra.blogspot.com/

13 junho, 2006  
Blogger Ana Lucia said...

Valeu a visita Marco Aurélio. Eu confesso que cochilei no segundo tempo :-) O Ronaldinho e o Kaka fizeram bonito, jah o Ronaldão mais parecia uma foca de tão lento no campo. Agora é esperar pelo domingo ! Beijos.

13 junho, 2006  
Anonymous Catita said...

eu sei, eu sei... mas to feliz pq uma fase ja passou... ate quebrei a unha de tao nervosa.. hahahha

13 junho, 2006  
Anonymous Aline Lima said...

O Galvão Bueno é um chato, rs! =)

14 junho, 2006  
Blogger asn said...

Assisti à 1ª parte pela TV. O Brasil jogou bem, digamos assim. Mas a Croácia tem uma equipa muito decidida.
Parece que na 2ª parte a coisa podia ter entornado para o lado verde/amarelo.
Ainda por cima fiquei com uma péssima recordação dos festejos dos Brasileiros e alguns Portugueses à mistura aqui em Leiria - Portugal.
Chovia, há um grupo num carro que não consegue dar uma curva no Largo da Sé, estampam-se de encontro ao prédio cá de casa, partem uma porta, o carro fica em cacos, há feridos que têm que ir ao Hospital. Um pandemónio.
Mais pormenores em http://dispersamente.blogspot.com/2006/06/estranha-forma-de-comemorar-o.html

Ai o futebol!...
António

14 junho, 2006  
Blogger sk8 for fun... said...

pois é....estréia fraca.......um a zero magro........

dizem por ai que gordo é o bussunda,o ronaldo é um hipopótamo.....hehehe

14 junho, 2006  
Blogger Os Guerrero said...

e ai cara valeu pelo comnetario no blog dos guerrero sempre q puder de uma passadinha la ok

14 junho, 2006  
Blogger Falante said...

Será mesmo q venceu?

14 junho, 2006  
Anonymous L - ; said...

Retribuo a visita. Gostei do nome do lugar: em tempos de futebol espero aprender mais de matemática, beber e dançar ao som de bons temas que vi por aqui. If we are in hell, let's hug the devil: that's entertaimathics

14 junho, 2006  
Blogger Domrs said...

Acho que a maioria já sabia, era muita fumaça e pouco fogo (ou seria jogo?) mesmo. Mas, ganhamos... Um abraço e obrigado pela visita

14 junho, 2006  
Blogger Kafé Roceiro said...

Meia-boca, amigo! Só isso também!

14 junho, 2006  
Blogger tuli said...

ai esse jogo foi um amistoso da seleção ou um jogo de copa?

ai to de noite mas daqui a alguns dia eu volto pra manha e nem vai dar tempo de vcs esquecerem de mim.

flw abraçosss

14 junho, 2006  
Blogger Vinicius Factum said...

É, ainda dizem que é a tensão da estréia... Desde quanto rico tem stress? Abraços!

14 junho, 2006  
Blogger  said...

Este comentário foi removido por um administrador do blog.

14 junho, 2006  
Blogger jctunes.blogspot said...

Eu até agora estou me perguntando: não teria o "Bussunda" jogado no lugar do Ronaldo, enquanto este dava uma escapadinha?

14 junho, 2006  
Anonymous Davi said...

concordo com o comentário acima, bussunda estava lá
abraço

15 junho, 2006  
Blogger Nathanne said...

Mas nao convenceu mesmo... Tô aqui, morrendo de medo de perder a aposta que já fiz com metade da faculdade!!!

Um abraço!

15 junho, 2006  
Blogger WAPTE said...

Los hermanos venceram e convenceram. Mas eles continuam dia]zendo que o Brasil é o favorito. Dizem por lá que o gigante está só adormecido. Quando ele acordar vocês verão. Eu já ouvi dizer que o Brasil é um "Gigante pela própria natureza", mas digo "deitado eternamente em berço esplêndido".

17 junho, 2006  

Postar um comentário

<< Home