sexta-feira, setembro 22, 2006

Só queria um pouco de ar

É incrível como simultaneamente coisas tão diferentes podem acontecer, pensou enquanto tomava ar junto a janela e ouvia o jogo de cartas no bar em frente. Uns se divertindo e outros apenas querendo respirar, resmungou baixinho. Não se lamenteva. Estava apenas nervoso com a falta de ar e com as risadas que vinham do estabelecimento etílico. Já eram duas horas da manhã e aqueles desocupados não paravam de fazer barulho, reclamou com a irmã mais velha que acordou e veio ver o que ele fazia. Perguntou docemente, já sabendo a resposta, o que fazia na janela.Devia estar com uns cinquenta anos quando os primeiros sintomas respiratórios começaram a se manifestar. Quase toda noite desde então tinha que se levantar pois a dificuldade de respirar não o deixava dormir. Ás vezes exausto, conseguia pegar no sono. Era hora de trabalhar. Saiu no horário de sempre. Almoçou no mesmo lugar e quando chegou em casa para fechar o ciclo rotineiro, a única coisa diferente era que seu jornal não tinha sido entregue. Como ia fazer para matar o tempo naquela madrugada quando acordasse sem ar? Teve uma idéia. Lembrou do revolver que seu tio-avô tinha deixado de herança.

7 Comments:

Blogger AdMedeiros said...

isso é real? - parece!

22 setembro, 2006  
Blogger AdMedeiros said...

“Quando um animal ou vegetal atingem o crescimento máximo, o peso do globo terrestre aumenta?” - postei essa pergunta no !!!eXplorer, mas poucos conseguiram responder. Está lançado o desafio... se desejar passa lá.

22 setembro, 2006  
Anonymous Carmen said...

Se me pedissem para fazer um ranking das postagens de Boatemática, não tenho dúvidas que este viria em primeiro. Triste, realista, conciso, direto. Muito bom.

22 setembro, 2006  
Blogger WAPTE said...

Concordo com a Carmen. Muita sensibilidade. è claro queé real, porque para mim a vida imita a arte e a arte imita a vida. É uma interação precisa. É assim...

22 setembro, 2006  
Anonymous Thiago Gonçalves Mendes said...

Fala... Marco Aurélio bom d+?
não podia deixar de comentar aquela historia, (Só queria um pouco de
ar)
Eu estava refletindo sobre essa historia e cheguei na seguinte conclusao:
todos nos sabemos que a vida é uma caixinha de supresas! Pois nunca sabemos o dia de amanha. Muito interessante mesmo essa historia. então vou ficando por aqui. Um grande abraço e um bom final de semana para
vc e tudo de bom!
temos que marcar á sinuca em!!!!!!
para vc lembrar de mim sou o Thiago. Estudo la no RUI no primeiro ano A!

flw

23 setembro, 2006  
Anonymous thales 1*B said...

blz corélio? o cara acho que esta postagem pode servir muito para refretirmos e também para buscarmos uma motivação para lutarmos na vida.
estou a espera de um desafiante na sinuca, falow cara braçaum.

26 setembro, 2006  
Anonymous Anônimo said...

Marco Aurélio,
Simplesmente lírico.
Às vezes, não de madrugada, mas no meio do dia, tenho ideias extremadas.
M.A.S

15 novembro, 2013  

Postar um comentário

<< Home