quinta-feira, outubro 02, 2008

um pouco sobre PSICANÁLISE

Diria informalmente que a psicanálise é método de investigação do inconsciente e um modelo de psicoterapia. Creditam a sua origem ao médico austríaco Sigmund Freud. A Psicanálise tenta investigar os mecanismos e conteúdos psíquicos e inconscientes que o indivíduo não pode explorar por meio de exame racional da própria consciência. A Psicanálise pretende trazer à consciência do indivíduo elementos psíquicos recalcados. O recalque significa a exclusão do campo da consciência de certas idéias, sentimentos e desejos que o indivíduo não admite e que, no entanto, continuam fazendo parte de sua vida psíquica. A Associação Livre – método de acordo com o qual o paciente deve dizer tudo que lhe vem à mente – é fundamental na terapia psicanalítica., é o que tentei fazer outro dia e consegui com razoével sucesso. Consegui através de um processo de hipnose investigar os sonhos e os atos falhos (interferência no discurso ou no comportamento de palavras ou idéias aparentemente sem propósito, gerada por desejos inconscientes) numa paciente e consegui extrair informações de suma importância para compreende-la. Vamos falar um pouco da divisão do aparelho psíquico segundo freud. Ele o faz em três instâncias: o id, o ego e o superego. O id é o sistema inato da personalidade. Contém os instintos básicos do sexo e da agressão. Constitui-se no reservatório de energia psíquica que fornece a força para a operação de toda a personalidade. O id entra em conflito com o ego e o superego que, do ponto de vista genético, são diferenciações dele.
O ego é a sede da consciência. Freud o considerava como o executivo da personalidade. Está numa relação de dependência quanto às reivindicações do id, bem como quanto aos imperativos do superego e às exigências da realidade. Embora se situe como mediador, encarregado dos interesses totais da pessoa, sua autonomia é apenas relativa.
O papel do superego é semelhante ao de um juiz ou de um censor em relação ao ego. Freud vê na consciência moral, na auto-observação e na formação de ideais as principais funções do superego. O superego tenta inibir os impulsos do id, principalmente os relativos ao sexo e à agressão.
De acordo com Freud, os estágios do desenvolvimento psicossexual são:
Fase Oral: primeira fase da evolução da libido (instinto, desejo sexual). Nela, o prazer sexual está ligado de forma predominante à excitação da cavidade bucal e dos lábios quando acompanha a alimentação.
Fase Anal: fase situada aproximadamente entre 2 e 4 anos. É caracterizada por uma organização da libido sob o predomínio da zona erógena anal. A relação de objeto está impregnada de significações ligadas à função de defecação (expulsão-retenção) e ao valor simbólico das fezes.
Fase Fálica: caracterizada por uma unificação das pulsões parciais sob o predomínio dos órgãos genitais. A fase fálica corresponde ao momento culminante e ao declínio do complexo de Édipo – ver COMPLEXO DE ÉDIPO.
Fase Genital: fase do desenvolvimento psicossexual caracterizada pela organização das pulsões parciais sob o predomínio das zonas genitais. Compreende dois períodos, separados pelo período de latência: o período fálico (ou organização genital infantil) e a organização genital propriamente dita, que se institui na puberdade. Certos autores reservam a denominação “organização genital” para este período, incluindo o período fálico nas organizações pré-genitais. Este texto será completado segundo o interesse dos frequentadores deste blog e que dão crédito as bobagens que falo!

7 Comments:

Anonymous Anônimo said...

Oi professor, não acho bobagens, e como vc mesmo disse; a verdade é relativa., e em muitas vezes nao existe verdade baseadas em fundamentos que "pressintimos". Apareçe na aula de domingo no cs b.às 14h.ok. Fiquei te esperando nas aulas passadas...Há! e gostaria que vc fizesse parte desta nova fase, afinal de contas o desenvolvimento nos leva em direção ao paraíso.
P.A

03 outubro, 2008  
Anonymous Anônimo said...

Bobagens mesmo.Pelo visto você nem leu direito o texto que copiou. Ou você virou hipnotizador e terapeuta?

15 outubro, 2008  
Blogger Marco Aurélio said...

ADORO ESSAS CHILIQUENTAS QUE PENSAM Q VOU APAGAR SEUS COMENTÁRIOS! VOLTE SEMPRE SEGUNDO COMENTÁRIO!

16 outubro, 2008  
Anonymous Anônimo said...

E acabou não esclarecendo a cópia do texto.Bobagens mesmo.

16 outubro, 2008  
Blogger Marco Aurélio said...

ta VENDO PQ NAO GOSTO DE RESPONDER DESOCUPADAS! FICAM RENDENDO ASSUNTO! VAi varrer um quintal ou bater um bolo! não tenho que esclarecer se o texto e cópia ou nao! Foi com a intencao de agradar a "paciente" do comentario um e isso foi feito! espero nao te ver mais! esconder por tras do anonimato e muito pior do que uma simples copia de um texto! felicidades e vai arrumar algo pra fazer!

bj

17 outubro, 2008  
Anonymous Fernanda said...

Hahahaha!

Pois é... tem mta gente lá do rui que precisava dar uma olhadinha nesse texto aí, só por alto mesmo.

Enfim...

Bjo!

23 outubro, 2008  
Anonymous Tom Medeiros said...

Na minha opniao tudo isso e relativooo!

09 fevereiro, 2009  

Postar um comentário

<< Home